fbpx

Citações mais poderosas de Gohan

O esfera do dragão franquia tem uma mão em tudo, desde ação brutal até comédia maluca. É natural que os personagens reflitam isso. Uma das figuras mais intrigantes do mangá e anime é Gohan. Filho do protagonista Goku, ele gradualmente passa de uma criança assustada a um lutador confiante. A jornada não é tranquila, pois é repleta de voltas e reviravoltas.


Isso fica claro no diálogo. Gohan tem uma infinidade de falas que ficaram no coração dos fãs. Às vezes, é por quão ridículos eles são. Outras vezes, a satisfação decorre da paixão exibida. Acima de tudo, porém, essas falas são infinitamente divertidas, pois reafirmam os pontos fortes do personagem e pontuam seus momentos de triunfo. É por isso que Gohan continua a ser o favorito no esfera do dragão fã-clube.

5 “Deixe meu pai em paz!”

Kid Gohan em Dragon Ball Z

Gohan começa como um bebê chorão tímido. No início de Dragon Ball Z, ele tem medo de tudo e sempre quer a ajuda do pai. Esta é a base da luta de Goku com Raditz: resgatar seu filho.

Quando o vilão começa a lutar contra seu pai, Gohan salta em um ataque de raiva e fere gravemente seu agressor. É a primeira demonstração do poder do garoto. Quão apropriado é também a primeira vez que ele realmente se afirma. O contraste com seu comportamento normal é chocante, superado apenas pela suprema demonstração de força. O cenário o coloca como um curinga no DBZ panteão de luta, e deixa os fãs ansiosos para ver do que mais ele é capaz.

4 “Não vou mais assistir a isso!”

Super Saiyajin 2 Gohan em Dragon Ball Z

Este é outro momento em que Gohan se encaixa, e decorre de sua luta com Cell. O andróide insetóide busca desbloquear o verdadeiro poder do garoto irritando-o, então ele envia sua prole demente para matar os outros lutadores Z. A gota d’água vem quando o benevolente Android 16 diz a Gohan para deixar de lado suas inibições para proteger aqueles que ama. Cell esmaga impiedosamente o humilde robô, e o jovem guerreiro se recusa a ficar sentado por mais tempo.

Os espectadores sabem que essa linha vem de um lugar de raiva e carinho. Eles sentem isso, não apenas pela fala em si, mas também pela dublagem fenomenal de Stephanie Nadolny. Ela solta um grito primitivo que ofusca qualquer outro no show. É absolutamente chocante, vendendo facilmente o momento como o ponto de ruptura emocional de Gohan. O resultado é ao mesmo tempo pungente e aterrorizante.

3 “Deixe-o sofrer um pouco.”

O sadismo de Gohan em Dragon Ball Z

Embora ele seja uma boa pessoa de coração, a raiva de Gohan vem com um pouco de sadismo. Se um inimigo o faz mal ou fere aqueles de quem ele gosta, ele sente prazer em se vingar um pouco. Os fãs veem isso em sua batalha com Cell. Depois de se transformar em Super Saiyan 2, Gohan supera a força do vilão e começa a destruí-lo. Goku o avisa contra isso, enfatizando que ele deve acabar com Cell antes que seja tarde demais. Melhor prevenir do que remediar, afinal.

Infelizmente, Gohan se recusa, optando por torturar seu inimigo um pouco. É uma linha assustadora, e o fato de vir de um dos personagens mais altruístas mostra o quão longe o herói foi levado. O momento é ainda mais significativo, pois é a primeira vez que Gohan desafia abertamente seu pai. Sua arrogância o torna quase irreconhecível. No entanto, os espectadores ainda podem dizer que é o mesmo garoto e que o conhecimento é desconfortavelmente eficaz.

2 “Eu sou o Grande Saiyaman!”

Grande Saiyaman em Dragon Ball Z

Quando chega ao ensino médio, Gohan não poderia ser mais idiota. Isso provavelmente se deve à rígida educação domiciliar de sua mãe. Pelo menos ele ainda ostenta o mesmo heroísmo, e é por isso que ele não pode fechar os olhos para as pessoas em apuros. Para proteger seu anonimato, ele veste um traje colorido e anuncia suas nobres intenções em uma série de discursos extravagantes (completos com poses de frutas).

Ele é o Grande Saiyaman e garante que ninguém se esqueça disso. A rotina é chocante e um tanto embaraçosa. Dito isso, é fácil ver o que o criador Akira Toriyama está tentando fazer. Seus primeiros trabalhos prosperam na sátira, e o Grande Saiyaman é sua versão das histórias de super-heróis. Em outras palavras, é suposto ser digno de nota. Com isso em mente, pode-se respeitá-lo. Gohan vai com tudo na tolice, exalando mais entusiasmo do que ele poderia fazer. No final, sua nova persona é igualmente memorável e ironicamente divertida.

1 “Lutar com você? Não, eu quero te matar.”

Gohan e Super Boo em Dragon Ball Z

Depois de passar pela fase idiota acima mencionada, Gohan volta aos negócios para o conflito com Majin Boo. O Elder Kai finalmente revela seu potencial oculto, e ele é um guerreiro frio e intransigente mais uma vez. Ele demonstra isso enquanto segue direto para Buu. A ameaça rosa pergunta se ele quer lutar, ao que Gohan responde com esta frase.

Isso não apenas remete ao seu sadismo durante a Cell Saga, mas também vem com a arrogância da idade. Sua entrega é tão casual que é inquietante. Os espectadores não esperam ouvir tais intenções homicidas transmitidas com tanta calma, e é radicalmente diferente da fúria gritante pela qual o programa é notório. No entanto, essa diferença torna a ameaça mais impactante e crível. A sutileza faz maravilhas para uma intimidação convincente.

Oslow

Apaixonado por séries, animes e filmes, gosto de espalhar as novidades das telinhas para mundo.